Up

Má digestão, azia, excesso de gases, queimação e distensão abdominal, dor no estômago, são queixas frequentes. Seja porque você comeu demais, excedeu em alimentos gordurosos (frituras e cremes), possui sensibilidade alimentar (lactose, glúten…) ou pelo consumo excessivo de bebida alcoólica, algumas atitudes e alimentos podem contribuir para evitar esses sintomas e trazer equilíbrio para seu corpo.

Agressores mais comuns além dos alimentos: estresse, bebida alcoólica, cigarro e medicamentos.

DIGESTÃO E ABSORÇÃO DOS ALIMENTOS:

A digestão envolve processos físicos ou mecânicos (mastigação, a deglutição e os movimentos peristálticos no estômago) e químico (ação das enzimas).

O processo digestivo inicia-se na boca pela ação trituradora dos dentes, daí a importância de mastigar lentamente os alimentos e também é o primeiro contato com enzima digestiva. As enzimas são responsáveis por “quebrarem” os carboidratos, lipídeos e proteínas em moléculas menores para serem absorvidos. O processo digestivo continua no estômago e intestino. No intestino são absorvidos os nutrientes, por isso ele deve estar íntegro.

ALIMENTOS AGRESSORES:

– Frituras

– Ricos em cafeína: café, mate, chá verde, chá preto

– Refrigerantes

– Chiclete e balas

– Pimenta

– Alimentos em conservas, enlatados e molhos industrializados

– Embutidos e defumados

– Alimentos ricos em aditivos, principalmente os corantes, como a gelatina.

MITOS:

  1. Quem tem gastrite deve tomar leite?

O leite deve ser evitado. Momentaneamente alivia a acidez no estômago, mas por ser fonte de cálcio faz estimulação de ácido clorídrico.

  1. Frutas cítricas estimulam a produção de ácido?Precisam ser evitar?

Não há necessidade de evitar frutas cítricas. Nada mais ácido do que o pH do estômago. Importante é retirar alimentos que estimulem a produção de ácido. Mas respeite sua individualidade, alguns pacientes relatam por exemplo maior acidez com a ingestão de abacaxi.

Como deve ser a alimentação:

– Dê preferência a alimentos mais naturais: frutas, verduras, legumes, alimentos integrais

– Ingira fonte de probióticos, que estão presentes, por exemplo, nos iogurtes naturais e no kefir, ou em cápsulas e sachês. Equilibram a flora intestinal e aumentam as bactérias do bem do intestino.

– Cosuma proteína de origem animal com cortes magros e prepare grelhada, cozida, ensopada ou assada. Lembrando que carne de boi possui digestão mais lenta do que frango, peixe e ovo.

– Se estiver em crise evite as preparações cruas, dê preferência a preparações cozidas ou assadas, facilitam o processo digestivo.

– Alguns alimentos possuem maior dificuldade para digestão como pimentão, repolho, brócolis, couve-flor, melancia, melão, alho

– Adicione gengibre e hortelã às preparações

– Evite ficar muitas horas sem se alimentar

 

 


ABOUT THE AUTHOR
Cris Perroni

Cris Perroni

Nutricionista Clínica especialista em Obesidade e Emagrecimento, Nutrição Esportiva e Performance Humana. Consultora na área de nutrição. Elaboração de Texto e Assessoria em Nutrição para o Site Eu Atleta. Nutricionista da Assessoria Esportiva de Corrida Equipe Filhos do Vento