Up

 

Arroz e feijão são a base da alimentação da população brasileira, comida típica, mistura inteligente, nutricionalmente rica, baixo custo sendo consumido por todas as classes sociais, mas houve redução, principalmente do consumo de feijão nas últimas décadas.

A população brasileira reduziu o consumo dos alimentos tradicionais da dieta,  aumentando o consumo de produtos industrializados, preparações altamente gourmetizadas, consumindo excessivamente açúcar, sal e gordura; e com baixa ingestão de frutas/ verduras/ legumes.

Este desequilíbrio alimentar contribuiu para o aumento do desenvolvimento de doenças crônicas como Obesidade, Diabetes, Doenças cardiovasculares, certos tipos de Câncer e Hipertensão.

Há um movimento de busca por um estilo de vida mais equilibrado, um resgate ao ato de cozinhar, da alimentação mais simples, resgatar nossas origens. Alimentação mais sustentável para nós e para o planeta.

A combinação arroz – feijão torna a preparação altamente nutritiva: fonte de energia, carboidratos complexos, proteína de bom valor biológico, vitaminas, minerais, rica em fibras e baixa quantidade de gordura saturadas e colesterol. Entretanto, não possui alto valor energético quando consumido com moderação. Só devemos porcionar corretamente, é um excelente acompanhamento. Vegetarianos também utilizam como base do prato.

-Arroz (cereal)= boa qualidade de aminoácidos, alta quantidade de aminoácidos sulfurados como metionina e cistina, mas deficiente em lisina.

-Feijão (Leguminosa)= alta quantidade de aminoácido lisina deficiente em aminoácidos sulfurados metionina e cistina aminoácido metionina.

 

 

CARACTERÍSTICAS:

Arroz:

Alimento de fácil digestão, hipoalergênico, pode ser usado em preparações doces e salgadas.

Fonte de energia, alta concentração de carboidratos na forma de amido, possui proteínas (5 a 13%) e baixo teor de lipídios. Contém principalmente vitaminas do complexo B e vitamina E, com concentrações insignificantes das vitaminas A, D e C.

Similar a outros cereais, o arroz apresenta a lisina como aminoácido limitante. Entretanto, entre os cereais, o arroz apresenta uma das maiores concentrações de lisina, resultando em balanço de aminoácidos mais completo.

 

Feijão:

Fonte de carboidratos, proteínas, vitaminas do complexo B, ferro não heme, cálcio, cobre, magnésio, potássio e zinco. Não possui alto valor energético.

Contém fibras solúveis e insolúveis, as solúveis ajudam na redução da absorção do colesterol, tendo ação hipocolesterolêmica

Possui fatores antinutricionais como fitatos, taninos e inibidores de proteases que dificultam a digestibilidade, mas que ajuda a reduzir a resposta glicêmica, o que favorece na combinação com arroz.

Deixar de molho pelo menos por 12 horas para reduzir os fatores antinutricionais, trocar a água do preparo e refogar com pouco azeite, alho e cebola. Não acrescentar carnes gordas e salgadas.

 

Valor Nutricional em 100g do alimento cozido:

Alimento 100g Calorias

(Kcal)

Carboidratos(g) Proteínas

(g)

Lipídeos (g) Fibras
Arroz Branco

 

124,7 25,47 2,32 1,18 0,49
Arroz Integral

 

76,8 14,6 1,5 1,34 0,66
Feijão

 

61 8,3 3,34 1,6 4,2

 

 

 

 

ÁVILA, Luis Antonio e colaboradores. Arroz: composição e características nutricionais. Revista Ciência Rural. Vol 38, num 4, Santa Maria, Julho 2008

 

PINHEIRO, Beatriz da Silveira. Arroz e feijão: propriedades nutricionais e benefício à saúde. WWW.agricultura.gov . Embrapa Estudos e Capacitação Brasília – DF

 

WEBER, Jéssica Muniz. ARROZ: CARACTERÍSTICAS QUÍMICAS, CULINÁRIAS E NUTRICIONAIS DAS DIFERENTES VARIEDADES CONSUMIDAS NO BRASIL . Universidade de Brasília. 2012


ABOUT THE AUTHOR
Cris Perroni

Cris Perroni

Nutricionista Clínica especialista em Obesidade e Emagrecimento, Nutrição Esportiva e Performance Humana. Consultora na área de nutrição. Elaboração de Texto e Assessoria em Nutrição para o Site Eu Atleta. Nutricionista da Assessoria Esportiva de Corrida Equipe Filhos do Vento