Up

O mês de Dezembro é cheio de festas, encontros e muitas vezes redução do exercício físico (para compra de presentes e estar nos eventos), uma combinação perigosa que pode render alguns quilos a mais e desmotivação no mês de Janeiro.

De um lado a balança e o projeto de estilo de vida saudável em andamento, do outro lado festas e confraternizações regadas de “boas e calóricas” preparações. O que fazer?

Já ouviu falar em REDUÇÃO DE DANOS?

Sim, iremos as comemorações, comeremos e beberemos mais do que o usual. Para evitar ou para reduzir prejuízos – NEGOCIE. Não precisa ser tudo ou nada.

As comemorações acontecem durante a semana e também no final de semana, por isso mantenha seu programa alimentar até o momento do evento, comemore e RETOME.

Se for beber, beba um pouco menos do que gostaria, reduza a velocidade, escolha o que vai comer.

Peça petiscos que não sejam fritos: brusquetas, ceviche, carpaccio, sanduiche de filé, filé aperitivo, churrasquinho, caldinho de feijão, casquinha de siri, salgados assados (esfiha, empanada argentina…)

Em restaurantes equilibre o prato com uma proteína, um acompanhamento de hortaliça A (salada verde, palmito, cogumelos, aspargos, brócolis, couve-flor, couve…) e arroz/couscous/batata/quinoa/ macarrão ao molho de tomate (só um tipo de “carboidrato grande”). Evite fritos e cremes.

 

E dia 24, 25 e 31? Coma o que valer a pena. Sua mãe, sua avó prepararam tudo com tanto carinho. Existem alimentos típicos desta época que trazem simbolismos, memória afetiva, supertições, tradições familiares. Quem não espera o final de ano para comer: rabanadas, panetone, tender, peru, pernil, castanhas, bacalhau, diversas sobremesas?

Portanto, não é preciso evitar a comida do Natal e a Ceia do Final do Ano, o importante é negociar, comer realmente o que gosta sem exageros e com moderação. È uma reunião com muitas horas de duração, precisando de negociação na escolha dos alimentos.

Não faça grandes restrições durante o dia para poder exagerar na ceia do dia 24, almoço do dia 25 e ceia do dia 31. Mantenha a organização alimentar nas demais refeições e não deixe de fazer exercícios.

 

Não perca o foco e o controle durante as festas! Não espere o início de 2019 para iniciar ou retomar o seu projeto. COMECE A MUDAR HOJE.

Mantenha exercício físico, seus treinos. Se vai comer e beber mais, não dá para se exercitar menos. Inclua treinos na sua programação. SEM COBRANÇA OU ESTRESSE.

Retome a organização alimentar no período entre o Natal e o Ano Novo/ Reveillon. Nesta época, muitos recuperam o peso perdido e desanimam do processo de emagrecimento ou do projeto de mudança do estilo de vida.


ABOUT THE AUTHOR
Cris Perroni

Cris Perroni

Nutricionista Clínica especialista em Obesidade e Emagrecimento, Nutrição Esportiva e Performance Humana. Consultora na área de nutrição. Elaboração de Texto e Assessoria em Nutrição para o Site Eu Atleta. Nutricionista da Assessoria Esportiva de Corrida Equipe Filhos do Vento